História da Raça

Damman Amur Mika – Gato Siberiano

O Gato Siberiano é originário do cruzamento entre o gato selvagem europeu (Felis Silvestris Caucasica) e o gato doméstico atual (Felis Silvestris Catus).

Habitante da região do Cáucaso (Rússia, Turquia, Armênia e Geórgia), o gato selvagem europeu encontrou-se espontaneamente com o gato doméstico nômade, que viajava em navios de comerciantes e de guerra.

Ao chegar no continente, muitos desses gatos domésticos migraram para regiões da taiga russa, dando origem ao gato que hoje chamamos de Siberiano.

Felis Silvestris Caucasica

Estima-se que os Siberianos vivem naquela região há mais de mil anos, pois eles fazem parte de muitos contos populares e pinturas russas milenares. As famílias russas contam por tradição, as histórias da incrível lealdade e personalidade desta raça fantástica.

Os Siberianos eram muito valorizados por fazendeiros, comerciantes e donas de casa por sua capacidade de caçar ratos e camundongos. Eles protegiam grãos, alimentos e outros produtos. A sua agilidade e tamanho faziam deles oponentes valiosos contra os roedores.

Descrição do Gato Siberiano no livro ‘Our Cats’ (1892) de Harrison Wier.

A raça é documentada em diversos livros do século XVIII e XIX, entre eles ‘Our Cats and All About Them’ (1892) de Harrison Wier, que é considerado um dos maiores nomes da Felinicultura,  ‘Domestic & Fancy Cats’ de John Jennings (1898) e no livro de Helen Winslow – ‘Concerning Cats’ (1900).

Durante séculos, esses felinos singulares ficaram confinados na região da Sibéria. Somente quando a Guerra Fria entre a União Soviética e os Estados Unidos terminou, que as portas se abriram para que o gato siberiano fosse exportado para o mundo inteiro.

O padrão original da raça foi proposto por Olga Mironova do clube russo Kotofei em 1989. Os primeiros siberianos chegaram aos Estados Unidos em 1990 e foram reconhecidos pela TICA (The International Cat Association) em 1996 e pela FIFÉ (Fêdêration Internationale Fêline) em 1997. A partir de então, a raça tem ganhado popularidade no mundo todo.

Atualmente, os Siberianos são considerados um Tesouro Nacional Russo.

Saiba mais sobre a história da raça aqui.

 

Voltar

 

 910 total views,  5 views today